Quais são as 3 principais modalidades de automação industrial?



Cada negócio tem uma necessidade diferente, por isso a automação industrial não pode ser igual para todos. O responsável por gerenciar o setor pode achar outras formas de soluções que se encaixam melhor nas suas exigências, por esse motivo que é preciso conhecer as modalidades de automação industrial. Elas variam de acordo com os recursos utilizados e com a finalidade dos projetos. Ao identificar cada alternativa, fica fácil optar por aquela que tem a ver com as principais demandas da planta produtiva. Veja abaixo quais os tipos de automação industrial.


1 - AUTOMAÇÃO FIXA

A automação fixa é a menos versátil por ser configurada apenas uma vez, ou seja, assim que é feita a instalação, ela não pode ser mais mudada. Auxilia em apenas uma ação específica, por isso deve ter um planejamento meticuloso. Geralmente é preciso um investimento maior nos equipamentos, já que é importante ter uma composição durável. A automação fixa é indicada para linhas de produção em grande escala, padronizada e quando não existe a necessidade de readequação das peças.


2 - AUTOMAÇÃO PROGRAMÁVEL

A automação programável, diferente da fixa, possui versatilidade. É a opção, dentre os tipos de automação, a mais avançada e que atende muito bem as indústrias com diferentes focos. Para que as etapas sejam executadas, precisa-se de um programa que repasse as “ordens” para os componentes. Caso haja a necessidade de fazer alguma alteração, é só mudar o programa e não todo o sistema de máquinas. Porém a mudança no software pode não ser tão fácil, caso a automação se torne complexa, a programação talvez se torne difícil igualmente. A automação programável é menos produtiva que a fixa, que é capaz de ofertar resultados em grande escala, mas é ideal para empresas que fabricam por lotes.


3 - AUTOMAÇÃO FLEXÍVEL

A automação flexível é a combinação das duas anteriores, sendo uma excelente opção para indústrias que fabricam vários tipos de produtos ao mesmo tempo e desejam um resultado melhor. Com uma central de controle, a linha de produção é estabelecida de acordo com os processos fixos ou programáveis. Atinge um padrão médio em relação ao potencial de produção, sem comprometer a qualidade e garantindo máxima eficiência.


Quer saber mais sobre os tipos de automação industrial? Então entre em contato com a gente.





#dicasdeblog

automain
whatsapp-logo-1-1.png

R. Ernesto Biscardi, 1552 - Capão Raso - Curitiba - PR, 81130-090

Siga a Automain - Automação e Manutenção nas redes sociais:

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco